10/08/2008

Paiê


Tenho pai. Pouco convencional, cheio de defeitos. Meu pai sempre tem uma piada pronta e uma dor mais forte do que a minha, mas é meu pai.
Foi ele que me fez sair de casa bem cedo, me fez pagar a faculdade sozinha, me disse para não ligar quando estivesse muito chateada, e embora eu tenha amadurecido pouco e cedo, me fortaleço a cada dia graças à seus conselhos tortos e ao seu jeito estranho de me educar e agradeço por isso.
Ele diz sempre que sou a filha preferida, pois sou a única, e nisso eu acredito mesmo. Demorei para aprender a não calar, e agora que aprendi a dizer a ele o que eu penso por vezes me arrependo, mas sei que se eu tento inverter os papéis e educá-lo é para o seu bem.
Moramos longe, por opção minha, pois eu acho que é melhor assim. Só depois de 13 anos vivendo separada dele, é que conseguimos voltar a ter uma relação boa, quase como quando eu tinha 6 anos e ele me deixava pentear o seu cabelo. Na verdade seria igual, não fosse o fato de eu não querer brincar e ele já não ter tanto cabelo :)
Por tudo isso e mesmo com tudo isso eu amo ele, e não podia ser diferente, pois esse é o meu pai.

0 disseram que...:

Paiê

Posted 18:52 by Bia in Marcadores:

Tenho pai. Pouco convencional, cheio de defeitos. Meu pai sempre tem uma piada pronta e uma dor mais forte do que a minha, mas é meu pai.
Foi ele que me fez sair de casa bem cedo, me fez pagar a faculdade sozinha, me disse para não ligar quando estivesse muito chateada, e embora eu tenha amadurecido pouco e cedo, me fortaleço a cada dia graças à seus conselhos tortos e ao seu jeito estranho de me educar e agradeço por isso.
Ele diz sempre que sou a filha preferida, pois sou a única, e nisso eu acredito mesmo. Demorei para aprender a não calar, e agora que aprendi a dizer a ele o que eu penso por vezes me arrependo, mas sei que se eu tento inverter os papéis e educá-lo é para o seu bem.
Moramos longe, por opção minha, pois eu acho que é melhor assim. Só depois de 13 anos vivendo separada dele, é que conseguimos voltar a ter uma relação boa, quase como quando eu tinha 6 anos e ele me deixava pentear o seu cabelo. Na verdade seria igual, não fosse o fato de eu não querer brincar e ele já não ter tanto cabelo :)
Por tudo isso e mesmo com tudo isso eu amo ele, e não podia ser diferente, pois esse é o meu pai.

0 comment(s) to... “Paiê”
 
Copyright 2009 Bula da Bia. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates. WP by Masterplan