04/01/2010

Livros 2009

Pensei muito a respeito das tantas coisas especiais que fiz em 2009, não preciso nem dizer que Arthur foi a mais especial de todas, mas como tenho sido repetitiva ao extremo nos últimos meses achei interessante fazer uma retrospectiva a respeito dos livros e autores que conheci em 2009.
Sempre tive um preconceito em relação às leituras comerciais, pois me parecia que um livro que anda na mão de todos não deve ser tão especial assim... O fato é que revendo os autores que li em 2009 percebo que chutei o balde e me rendi ao popular mesmo, e o pior é que não me sinto tão envergonhada quanto pensei.

John Boyne- "O MENINO DO PIJAMA LISTRADO" – o tema é pesadíssimo, mas o livro trata de um assunto tão cruel com um ponto de vista inusitado, li em apenas um dia, gostei muito e estou disposta a ler os outros 7 livros dele, mas não achei nada traduzido para o português, será que já existem? Até me atreveria a ler em inglês mesmo, mas ando tão preguiçosa...



Marian Keyes- Já tinha lido "MELANCIA", esse ano li "É AGORA... OU NUNCA" e comecei a ler "CASÓRIO", mas não tive muita paciência. Esse é o tipo de livro para ler quando não se quer pensar em nada, uma leiturinha sem sal, bem mulherzinha :o) Eu confesso que não cheguei a comprar nenhum, o primeiro que li foi um empréstimo (não lembro de quem) e o segundo foi e-book mesmo, tenho todos eles em nesse formato para ler no celular, como distração mesmo.

Martha Medeiros- Tenho todos os livros dela, na verdade a maioria são crônicas, também se encaixa em leitura para passatempo, sem muita reflexão, mas gosto de seu ponto de vista e também admiro o fato de sermos conterrâneas. Este ano li "SELMA E SINATRA" e "TUDO O QUE EU QUERIA TE DIZER". Este último trata de cartas escritas por pessoas nas mais diversas situações, gostei muito e acho ainda que é o melhor que ela escreveu até agora. Ponto para Martha, pois tenho acompanhado há anos as crônicas em ZH e confesso que andava um pouco decepcionada, pois ela caiu na mesmice e estava se tornando repetitiva e monótona. Estava quase me arrependendo por te-la defendido quando o seu nome saiu errado na Gloss.

Rimbaud: Li uma coletânea de seus melhores poemas, amei o fato de ter o poema em francês e em português. Confesso que nunca fui muito liugada à poesia em geral, não me considero o tipo romântica, mas Fernando Pessoa, Cecília Meireles e Arthur Rimbaud me prendem a atenção.


Jostein Gaarder- Sem comentários... Embora seja considerada leitura infanto juvenil (só se for na Noruega, pois eu acho os temas super complexos) é um dos meus autores preferidos. Esse ano li "A BIBLIOTECA MÁGICA DE BIBBI BROKKEN", mas indico "ATRAVÉS DO ESPELHO", "O DIA DO CURINGA", "A GAROTA DAS LARANJAS" e o clássico "O MUNDO DE SOFIA".






Kaled Hosseini- Eu já havia lido "O CAÇADOR DE PIPAS" há um tempo atrás, achei pesadíssimo mas não larguei antes de terminar. Esse ano li "CIDADE DO SOL", muito bom também, valeu a pena. Do mesmo gênero é o livro "O LIVREIRO DE CABUL" de Åsne Seierstad, que li no ano de 2008.

Paulo Coelho- Não gosto muito dos livros, acho comerciais demais, mas confesso que sinto uma pontinha de orgulho, pois um brasileiro que consegue as tiragens dele fora do país merece no mínimo consideração e um pouco de curiosidade. Esse ano li "A BRUXA DE PORTOBELO" (bonzinho), mas dos 7 que li até hoje o mais interessante foi "VERÔNICA DECIDE MORRER" (inclusive será lançado em filme, estou curiosa). Não é um autor que me faça comprar livros enlouquecidamente como os outros citados acima, mas dou um crédito a ele de vez em quando.




Markus Zusak- Esse foi o grande achado de 2009, não se encaixa nos livros comerciais, mas esteve em várias oistas de 10+ dos últimos dois anos. Comecei pelo segundo, “O MENSAGEIRO”, que li em apenas 3 dias (adorei) e comprei o seu primeiro livro “A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS” em seguida, sei que em 10 dias já havia lido os dois livros e estava louca por mais :).Trata de assuntos pesados como morte, relações sociais, percepções de uma forma tão leve que fiquei ansiosíssima pelo seu novo livro. Confesso que virei fã, o autor é jovem (tem só 32 anos) e escreve em uma linguagem muito familiar... Acrescentou muito, fiquei encantada.


Acredito que em 2010 eu não tenha tanto tempo livre, mas pretendo ler mais alguns livritos até que Arthur mude a minha rotina. Nesse momento estou rendida a Stephenie Meyer (ok, não me julguem, é um passatempo, remember?). Estou quase acabando o tal "CREPÚSCULO", e ainda tenho os outros 3 na fila de espera na estante. Depois desses provavelmente eu encontre um outro autor, parece que saiu um 5º livro do Dan Brown, e como já faz tempo que li/enjoei dos outros 4 talvez ele tenha uma última chance.

5 disseram que...:

.justlow disse...

Nossa , prefiro ler coisas na internet do que pegar um livro , me encostar e ler , sei lá só leio revistas , jornal essas coisas , acho q por ser muito antenada com a internet , não consigo ficar parada para ler algo
dsojfosdjfosdjgpojgsojg , ainda mais q meus olhos tão fodidos viu
bjs ;*

Ana disse...

Eu adoro ler. Mas vc já sabe, com filhos é bem dificil mesmo.
Anotei alguns da sua lista. Com a ida do Lucas para escolinha quem sabe não sobra um tempinho. Obrigada pelo elogio a nova roupa do blog!
Beijos!

Bia disse...

Ai Ana, já pensei nisso, eu sempre li muito, acho que vou sentir falta... Mas acredito que com o tempo e o crescimento do bebê eu consiga conciliar essas duas paixões :)

Mãe do Pitoco disse...

Oi, Bia! Dá para conciliar, sim, viu? E a leitura acaba sendo uma válvula de escape porque às vezes, pensar só em fraldas e noites mal dormidas nos cansa não só fisicamente, como mentalmente tb, e nada como um bom livro para relaxar.

Posso recomendar um? Foi o último que li, de uma autora nova Carlina, Benssaman, o livro é "Sinuca embaixo d'água. É sensacional!

Beijocas

Bia disse...

Bom saber que dá para conciliar, não consigo me imaginar sem essa válvula de escape! Obrigada pela dica de livro, já vou procurar! :)

Livros 2009

Posted 12:32 by Bia in Marcadores: , ,
Pensei muito a respeito das tantas coisas especiais que fiz em 2009, não preciso nem dizer que Arthur foi a mais especial de todas, mas como tenho sido repetitiva ao extremo nos últimos meses achei interessante fazer uma retrospectiva a respeito dos livros e autores que conheci em 2009.
Sempre tive um preconceito em relação às leituras comerciais, pois me parecia que um livro que anda na mão de todos não deve ser tão especial assim... O fato é que revendo os autores que li em 2009 percebo que chutei o balde e me rendi ao popular mesmo, e o pior é que não me sinto tão envergonhada quanto pensei.

John Boyne- "O MENINO DO PIJAMA LISTRADO" – o tema é pesadíssimo, mas o livro trata de um assunto tão cruel com um ponto de vista inusitado, li em apenas um dia, gostei muito e estou disposta a ler os outros 7 livros dele, mas não achei nada traduzido para o português, será que já existem? Até me atreveria a ler em inglês mesmo, mas ando tão preguiçosa...



Marian Keyes- Já tinha lido "MELANCIA", esse ano li "É AGORA... OU NUNCA" e comecei a ler "CASÓRIO", mas não tive muita paciência. Esse é o tipo de livro para ler quando não se quer pensar em nada, uma leiturinha sem sal, bem mulherzinha :o) Eu confesso que não cheguei a comprar nenhum, o primeiro que li foi um empréstimo (não lembro de quem) e o segundo foi e-book mesmo, tenho todos eles em nesse formato para ler no celular, como distração mesmo.

Martha Medeiros- Tenho todos os livros dela, na verdade a maioria são crônicas, também se encaixa em leitura para passatempo, sem muita reflexão, mas gosto de seu ponto de vista e também admiro o fato de sermos conterrâneas. Este ano li "SELMA E SINATRA" e "TUDO O QUE EU QUERIA TE DIZER". Este último trata de cartas escritas por pessoas nas mais diversas situações, gostei muito e acho ainda que é o melhor que ela escreveu até agora. Ponto para Martha, pois tenho acompanhado há anos as crônicas em ZH e confesso que andava um pouco decepcionada, pois ela caiu na mesmice e estava se tornando repetitiva e monótona. Estava quase me arrependendo por te-la defendido quando o seu nome saiu errado na Gloss.

Rimbaud: Li uma coletânea de seus melhores poemas, amei o fato de ter o poema em francês e em português. Confesso que nunca fui muito liugada à poesia em geral, não me considero o tipo romântica, mas Fernando Pessoa, Cecília Meireles e Arthur Rimbaud me prendem a atenção.


Jostein Gaarder- Sem comentários... Embora seja considerada leitura infanto juvenil (só se for na Noruega, pois eu acho os temas super complexos) é um dos meus autores preferidos. Esse ano li "A BIBLIOTECA MÁGICA DE BIBBI BROKKEN", mas indico "ATRAVÉS DO ESPELHO", "O DIA DO CURINGA", "A GAROTA DAS LARANJAS" e o clássico "O MUNDO DE SOFIA".






Kaled Hosseini- Eu já havia lido "O CAÇADOR DE PIPAS" há um tempo atrás, achei pesadíssimo mas não larguei antes de terminar. Esse ano li "CIDADE DO SOL", muito bom também, valeu a pena. Do mesmo gênero é o livro "O LIVREIRO DE CABUL" de Åsne Seierstad, que li no ano de 2008.

Paulo Coelho- Não gosto muito dos livros, acho comerciais demais, mas confesso que sinto uma pontinha de orgulho, pois um brasileiro que consegue as tiragens dele fora do país merece no mínimo consideração e um pouco de curiosidade. Esse ano li "A BRUXA DE PORTOBELO" (bonzinho), mas dos 7 que li até hoje o mais interessante foi "VERÔNICA DECIDE MORRER" (inclusive será lançado em filme, estou curiosa). Não é um autor que me faça comprar livros enlouquecidamente como os outros citados acima, mas dou um crédito a ele de vez em quando.




Markus Zusak- Esse foi o grande achado de 2009, não se encaixa nos livros comerciais, mas esteve em várias oistas de 10+ dos últimos dois anos. Comecei pelo segundo, “O MENSAGEIRO”, que li em apenas 3 dias (adorei) e comprei o seu primeiro livro “A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS” em seguida, sei que em 10 dias já havia lido os dois livros e estava louca por mais :).Trata de assuntos pesados como morte, relações sociais, percepções de uma forma tão leve que fiquei ansiosíssima pelo seu novo livro. Confesso que virei fã, o autor é jovem (tem só 32 anos) e escreve em uma linguagem muito familiar... Acrescentou muito, fiquei encantada.


Acredito que em 2010 eu não tenha tanto tempo livre, mas pretendo ler mais alguns livritos até que Arthur mude a minha rotina. Nesse momento estou rendida a Stephenie Meyer (ok, não me julguem, é um passatempo, remember?). Estou quase acabando o tal "CREPÚSCULO", e ainda tenho os outros 3 na fila de espera na estante. Depois desses provavelmente eu encontre um outro autor, parece que saiu um 5º livro do Dan Brown, e como já faz tempo que li/enjoei dos outros 4 talvez ele tenha uma última chance.

5 comment(s) to... “Livros 2009”
 
Copyright 2009 Bula da Bia. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates. WP by Masterplan