09/06/2008

O menino maluquinho

Renato é o meu cunhado, de 10 anos. Um menino dócil, que ri de nervoso às vezes.
É interessante o jeito com que ele cativa as pessoas. Acredito que tenha um tipo de inteligência emocional ou um carisma nato mesmo.
Tenho o ajudado com aulas particulares todos os dias. A verdade é que ele me ajuda e nem sabe disso. Passamos duas horas por dia resolvendo problemas de matemática, arrumando seus cadernos, coisas assim.
Ele adora desenhar, e faz isso muito bem. Eu acho que o incentivo, e me sinto melhor por isso. Ele é distraído, mas sempre tem idéias tão boas...
O conheci bebê, estava começando a andar. Lembro que a primeira coisa que observei foram seus olhos (tão azuis!) e pensei como alguém poderia não querer um bebê tão lindo.
É mais uma dessas crianças que eu poderia nem ter conhecido, mas que o destino colocou em nossa família. Ele cativa com o sorriso, com a fala, a inquietude, os elogios frequentes (sempre diz: que bonito isso Bia, que lindo aquilo, como você faz tal coisa tão bem...) ele aprendeu como me cativar, e no fundo sabe que temos muito em comum. Somos carentes, gostamos de desenhar e temos nossas limitações.
É bom poder fazer o bem por alguém , e quando isso volta de imediato é melhor ainda!
Eu espero que ele continue assim, que guarde o sorriso largo e as coisas boas que diz no alto de seus dez anos para a vida toda.

Vejam o livro do Ziraldo aquió, só para matar a saudade... :)

0 disseram que...:

O menino maluquinho

Posted 15:07 by Bia in Marcadores:
Renato é o meu cunhado, de 10 anos. Um menino dócil, que ri de nervoso às vezes.
É interessante o jeito com que ele cativa as pessoas. Acredito que tenha um tipo de inteligência emocional ou um carisma nato mesmo.
Tenho o ajudado com aulas particulares todos os dias. A verdade é que ele me ajuda e nem sabe disso. Passamos duas horas por dia resolvendo problemas de matemática, arrumando seus cadernos, coisas assim.
Ele adora desenhar, e faz isso muito bem. Eu acho que o incentivo, e me sinto melhor por isso. Ele é distraído, mas sempre tem idéias tão boas...
O conheci bebê, estava começando a andar. Lembro que a primeira coisa que observei foram seus olhos (tão azuis!) e pensei como alguém poderia não querer um bebê tão lindo.
É mais uma dessas crianças que eu poderia nem ter conhecido, mas que o destino colocou em nossa família. Ele cativa com o sorriso, com a fala, a inquietude, os elogios frequentes (sempre diz: que bonito isso Bia, que lindo aquilo, como você faz tal coisa tão bem...) ele aprendeu como me cativar, e no fundo sabe que temos muito em comum. Somos carentes, gostamos de desenhar e temos nossas limitações.
É bom poder fazer o bem por alguém , e quando isso volta de imediato é melhor ainda!
Eu espero que ele continue assim, que guarde o sorriso largo e as coisas boas que diz no alto de seus dez anos para a vida toda.

Vejam o livro do Ziraldo aquió, só para matar a saudade... :)

0 comment(s) to... “O menino maluquinho”
 
Copyright 2009 Bula da Bia. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates. WP by Masterplan